Case Vitarella

Vitarella ganha competitividade com o sistema GKO FRETE

Com uma trajetória de dezoito anos no mercado alimentício, a Vitarella, hoje, é considerada uma das mais importantes empresas atuantes no nordeste do País, produzindo e comercializando mais de cem itens que incluem massas, biscoitos cream crackers, wafers, recheados, amanteigados e biscoitos salgados. A empresa, que deu início às suas operações em Pernambuco, viu sua produção dobrar e para acompanhar o ritmo aquecido do mercado e ampliar sua atuação em diversos estados do Brasil, se viu obrigada a alterar seu modo de gestão de fretes. Para isso, substituiu o módulo de gestão de fretes do ERP TOTVS e planilhas Excel pelo software GKO FRETE, que ofereceu como resultados maior agilidade, segurança, acuracidade na conferência, ampla disponibilidade de relatórios e interface amigável.

Adotar o sofware para gestão do frete, GKO FRETE permitiu que a Vitarella crescesse, simultaneamente, com o aquecimento do setor. A equipe de operadores, que antes contava com apenas cinco pessoas na área de distribuição, passou a atuar com 18 profissionais. Atualmente, a empresa, que não precisou de nenhuma customização do sistema GKO FRETE, está em fase avançada de testes e operação no que se refere aos pagamentos efetuados aos motoristas que levam a carga até o operador logístico.

Para Josicléia Silva, uma das responsáveis pelo setor de transportes da Vitarella, os maiores desafios neste processo de mudança para o GKO FRETE referem-se à adequação das tabelas de preços e à forma de trabalho, uma vez que antes era necessário conseguir com que os usuários chegassem ao nível de maturidade exigida pelo sistema. Segundo ela, porém, alcançada esta maturidade, o software GKO FRETE representa ganhos de competitividade, produtividade e qualidade na operação e exatidão de toda a distribuição da linha de produtos da Vitarella.

A solução e sua adoção

A implantação do GKO FRETE pela Vitarella ocorreu em dezembro de 2008, quando a companhia percebeu que para acompanhar o ritmo de crescimento, precisaria contar com um sistema que trouxesse confiabilidade na conferência, agilidade no pagamento e redução nos erros de digitação dos documentos de cobrança.

“Com a ampliação da operação de distribuição no País, nosso sistema de gerenciamento, que ocorria através do ERP TOTVS e planilhas Excel, tornou-se ineficaz. Logo as deficiências com relação a conferência e a pagamento de fornecedores de transporte saltaram aos olhos, pois não tínhamos exatidão do processo”, conta Josicléia.

Diante deste cenário, a companhia, então, adotou premissas básicas para incorporar o sistema de gestão de fretes com eficiência como, por exemplo, segurança, exatidão, permissão de uma intervenção manual para conferência/aprovação e contabilização, bem como uma interface na troca de dados eletrônicos. “O GKO FRETE atendeu totalmente as nossas necessidades e trouxe ganhos efetivos, como o aumento da operação de distribuição e maior a satisfação de nossos fornecedores, que tiveram significativa redução nos prazos de pagamento”.

Ver outros cases